PORTUGAL RUGBY - World Rugby altera abordagem sobre lesão cerebral no Rugby de Elite

MENU

World Rugby altera abordagem sobre lesão cerebral no Rugby de Elite

Junho 22, 2022

A grande maioria dos jogadores diagnosticados com concussão provavelmente perderá o próximo jogo devido a novos critérios

A World Rugby alterou os seus protocolos de retorno gradual ao jogo (GRTP) para o Rugby de elite após a mais recente revisão de evidências científicas e pesquisas específicas de rugby pelo Grupo de Trabalho de Concussão, um grupo de especialista independente de diversas federações da qual faz parte o médico da Federação Portuguesa de Rugby, o Dr. António Ferreira. 

Ressalvando o compromisso do World Rugby em estabelecer o rugby como o desporto mais desenvolvido do mundo no que toca ao bem-estar do jogador, a nova abordagem fará com que os jogadores, incluindo aqueles com histórico de concussão ou que são removidos de um jogo com sintomas óbvios de concussão, fiquem fora do jogo por um mínimo de 12 dias, provavelmente perdendo sua próxima competição

Nenhum jogador regressará antes do 7º dia após a lesão, e o retorno de qualquer jogador terá que ser aprovado por um consultor independente de concussão.

Para o médico Dr. António Ferreira, esta é uma "evolução que visa aumentar a segurança dos atletas, tornando-se dificil regressar antes de uma semana, dando aquilo que o cérebro mais precisa, que é tempo para descansar", o médico da Federação Portuguesa de Rugby acredita que esta alteração "aumentará significativamente a segurança da nossa modalidade". 

 

notícias

Bilhetes Portugal x Argentina já disponíveis

2022-07-01

A partida será no dia 9 de Julho no Estádio do Restelo

Decisão do Comité de Apelação Independente sobre a elegibilidade do jogador Espanhol

2022-06-27

A decisão foi dada a conhecer esta manhã, dia 27 de Junho, pela World Rugby

Loja oficial

Federação Portuguesa de Rugby