Portugal defronta o Japão no Rugby Europe U18 Open Championship

Portugal defronta o Japão no Rugby Europe U18 Open Championship

Portugal vai lutar amanhã com o Japão por um lugar no pódio do Rugby Europe U18 Open Championship. A partir das 15h00, em Quimper, na Bretanha, a Selecção Nacional de Sub-18 terá pela frente uma formação nipónica que tem apostado muito na formação e que mostrou nos quartos-de-final, onde venceu a Bélgica de forma clara (36-10), ter uma equipa de qualidade.

Com a garantia que irá conquistar um lugar entre as três melhores selecções europeias no principal nível do U18 Open Championship 2017, Portugal vai tentar contra o Japão corrigir alguns erros cometidos nas meias-finais, contra a França. Francisco Branco considera que a partida frente à forte selecção anfitriã da prova foi um “jogo de grande aprendizagem para todo o grupo”, onde ficou claro, segundo o Seleccionador Nacional de Sub-18, que neste nível internacional, “cada pormenor” em que a equipa portuguesa falhou, custou “muitos metros, ou mesmo pontos”.

Apesar de alguns erros cometidos, principalmente na primeira parte, o técnico português salienta que “a segunda parte mostrou que este grupo tem qualidades e, durante algum tempo, Portugal manteve a França sobre pressão”. “Faltou-nos, nessa altura, ter o discernimento para continuar a tomar boas decisões e traduzir em pontos esses bons momentos. Mas foi mais uma etapa no crescimento destes jogadores em que experimentaram dificuldades que, no campeonato nacional, não costumam encontrar”, referiu.

Antevendo o confronto com o Japão, Francisco Branco formula o desejo que seja, “apesar do cansaço, o melhor dos três jogos”. O Seleccionador adverte, porém, para as dificuldades que Portugal vai encontrar frente a um rival que está a preparar a prova na Europa há 13 dias e que “tem evoluído muitíssimo, investido muito no seu processo em direcção à selecção principal”

“Vai ser uma excelente oportunidade para os nossos jogadores poderem competir com jogadores da mesma idade, mas que vêm de uma cultura completamente diferente. Dentro do campo, vamos procurar corrigir alguns aspectos que identificámos depois de vermos o jogo contra a França. Vamos procurar ser mais organizados quando estamos a atacar e ter uma linha de defesa mais sólida. Queremos competir até ao último segundo do europeu.”

Fazendo um balanço da participação da Selecção Nacional de Sub-18 na competição, Francisco Branco não tem dúvidas em afirmar que Portugal “ganhou muito” com a presença em França. “Estes torneios são muito importantes para o desenvolvimento dos jogadores pois permitem-nos passar tempo de qualidade com eles e permitem que os jogadores sejam expostos a dificuldades a que não estão habituados. Tem sido um torneio muito importante, em que os jogadores têm tido uma visão mais aproximada do que é o alto rendimento. Dentro e fora do campo”, conclui o técnico.

Jogo de atribuição do 3.º/4.ºlugar

Portugal-Japão: sábado, às 15h00

Final

França-Geórgia: terça-feira, às 17h00