À conversa com os nossos campeões: Pedro Palhavã Silva

À conversa com os nossos campeões: Pedro Palhavã Silva

Como forma de homenagear os jogadores que venceram o Rugby Europe U20 Championship, a Federação Portuguesa de Rugby foi procurar conhecer melhor os nossos campeões. Hoje falamos com Pedro Palhavã Silva, abertura do GD Direito.

 

Quando é que começaste a jogar rugby e porquê?

Comecei com nove anos no GD Direito. Na altura, só fazia natação e, por incentivo do pediatra, eu e os meus irmãos procurámos um desporto colectivo e acabámos no rugby.

 

Qual foi o teu melhor jogo ou o que mais te marcou?

Um dos jogos que mais me marcou foi contra a Holanda quando pude, finalmente, representar Portugal. Por outro lado, mesmo não tendo jogado, o jogo contra a Roménia teve um sabor especial pela maneira como vencemos.

 

Que memórias tens do primeiro jogo que fizeste pelas Selecções Nacionais?

Estreei-me no primeiro jogo do Europeu, contra a Holanda. Lembro-me de a equipa estar um pouco nervosa por não sabermos o que valíamos mas, à medida que o jogo foi decorrendo, ganhámos a confiança que se expressou no resultado.

 

Quais são as características que um jogador na tua posição deve ter?

O abertura é geralmente o cérebro da equipa. Tem que ter uma boa visão de jogo conciliada com uma tomada de decisão eficaz e rápida, para isso não pode ter falhas nem no jogo de mãos, nem no jogo ao pé. Para além destes aspectos, um bom abertura tem que ser capaz de comunicar com a equipa ao longo de todo o jogo.

 

Como te preparas para os jogos?

Geralmente, ouço música e penso em como posso fazer a diferença no jogo.

 

Quais são os teus objectivos no rugby?

No clube, o meu objectivo passa por tornar-me num jogador que tenha uma participação constante na equipa principal do GD Direito. Na Selecção, quero representar Portugal no Mundial de Sub-20.

 

Qual foi o grande trunfo de Portugal para conseguir ganhar o Rugby Europe U20 Championship?

O trunfo foi definitivamente a defesa. Desde o início ao fim do Europeu mostrámos que era a defender que nos sentíamos bem.

 

O que significa para ti ter “Espírito do Lobo”?

É acima de tudo respeito. Respeito pelo adversário, pelos colegas, por quem ficou de fora e por quem já vestiu a camisola antes de nós, dando tudo.

 

BI

Nome: Pedro Palhavã Silva

Data de Nascimento: 26/05/1997

Altura: 1,83m

Peso: 83kg

Posição: Abertura

Clubes onde jogou: CR São Miguel e GD Direito

Primeiro jogo pela Selecção: Contra a Holanda, nos Sub-20