6 razões para contratar um jogador de Rugby para a sua empresa

6 razões para contratar um jogador de Rugby para a sua empresa

Seis razões para contratar um jogador de rugby

Na hora de recrutar um bom profissional para uma empresa, segundo os especialistas de recrutamento, as qualidades humanas são tão ou mais importantes do que um currículo recheado, pois são estas que ditam, na maior parte das vezes, o sucesso e a continuidade de um profissional nessa empresa.

Sendo o rugby um desporto com características e valores muito próprios, em que a vertente humana é altamente valorizada e divulgada desde muito cedo entre os atletas, existem qualidades intrínsecas dos jogadores que abraçam a modalidade que são suscetíveis de moldar o seu carácter, tornando-os mais aptos a lidar com ambientes e situações inerentes à vida profissional, assim como ao dia a dia de qualquer empresa ou instituição.

Contratar um jogador de rugby pode, por isso, ser uma aposta segura. Revelamos seis razões para o fazer:

 

1) Motivação

Sendo o rugby um desporto amador por excelência, os seus atletas encontram a sua motivação nas características intrínsecas do desporto, bem como no compromisso assumido perante as suas equipas. Um jogador de rugby é habituado, desde muito cedo, a prescindir muitas vezes da sua vida pessoal em nome da modalidade que escolheu. O jogador de rugby é, por inerência, motivado por si só, sabendo contagiar e contagiar-se pela motivação dos que o rodeiam.

 

2) Espírito de equipa

Nenhum outro desporto tem o sentido do coletivo tão presente como o rugby, uma modalidade muito específica em que cada um tem o seu papel bem definido dentro de campo, deixando pouco espaço para individualidades. O jogador de rugby sabe colocar o “nós” à frente do “eu”, concentrando-se em desempenhar bem a sua tarefa, sabendo ao mesmo tempo confiar no colega do lado para desempenhar a dele. É também desde cedo habituado a perceber que o esforço coletivo é o melhor caminho para o sucesso.

 

3) Estabelecimento de objectivos

O jogador de rugby passa muito tempo a desenvolver-se enquanto tal, a melhorar os seus pontos fracos e a aprimorar os seus pontos fortes. Seja no trabalho individual (ginásio, preparação física, etc), seja no trabalho de campo com a equipa, é desde muito cedo habituado a estabelecer objetivos pessoais aliciantes mas atingíveis, que se refletem depois no coletivo. O jogador de rugby nunca baixa os braços e está habituado a dar a volta por cima perante as adversidades.

 

4) Foco

Os jogadores de rugby são na sua grande maioria atletas amadores, com vida de atletas profissionais. Estão habituados a organizar muito bem o seu dia-a-dia, sempre focados na meta que querem atingir e no compromisso com a equipa. É necessário dedicação e foco para treinar à semana, jogar ao sábado e conciliar tudo isso com a vida pessoal, familiar e profissional.

 

5) Lidar com a pressão

Num desporto fisicamente exigente, que semana após semana coloca diferentes desafios aos seus jogadores, a competição constante e a predisposição para o combate cria pressão, algo que o jogador de rugby gosta de sentir, como forma de fazer sobressair todo o seu potencial.

 

6) 3.ª Parte

No rugby, como na vida profissional, nem tudo tem que ser trabalho e pressão. O jogador de rugby valoriza a parte social e sabe vivê-la como poucos, o que é um factor importante na hora de criar uma identidade e uma cultura dentro de uma empresa, bem como manter sempre a moral elevada no seio dos seus colaboradores.

Leave a Reply